Aprenda os principais conceitos sobre finanças


Entender os principais conceitos sobre finanças é fundamental para o planejamento estratégico do seu negócio e não precisa ser complicado. E, no atual cenário competitivo, esse pode ser um fator decisivo para prosperar.

Como o assunto é fundamental para a sua empresa, preparamos este post abordando os conceitos gerais sobre orçamento, base zero, matricial, fluxo de caixa e resultados esperados.

Conceitos sobre finanças


Antes de tudo é importante entender que o tema finanças é amplo e, por isso, focaremos apenas em alguns deles. A partir do conhecimento adquirido aqui, com certeza você será capaz de colocar a mão na massa ou até mesmo buscar conteúdos mais avançados.

O que é Orçamento?


Para apresentarmos os principais conceitos sobre finanças, começaremos pelo orçamento, uma ferramenta que traduz o seu objetivo financeiro. É durante a sua elaboração que você deverá ter um planejamento detalhado de receitas, gastos, investimentos e ações correspondentes.

O que é Orçamento Base Zero?


O Orçamento Base Zero é uma prática utilizada para o planejamento orçamentário a partir da base zerada. Ou seja, não deverá contemplar as receitas, custos, despesas e investimentos anteriores.

Dessa forma, seja você ou o gestor, poderá examinar cada custo detalhadamente, eliminando gastos desnecessários e encontrando disponibilidade para investir em pontos que gerem mais valor.

Como aplicar o Orçamento Base Zero?


Para iniciar, é fundamental explicar para as pessoas que estarão envolvidas sobre o que se trata, quais são os objetivos esperados e como as etapas serão conduzidas.

A partir disso, você deverá:

  • Segmentar: divida as áreas em diferentes grupos de orçamentação;
  • Definir: cada grupo deverá definir o valor para a sua própria operação;
  • Classificar: após análise debatida entre os gestores, será definido o valor para cada setor.


Entenda mais sobre Orçamento Matricial


Para o Orçamento Matricial, devemos cruzar pontos de receitas, despesas, custos e investimentos com as divisões já existentes na empresa, como por exemplo: departamentos e centros de custo.

Dessa forma, os gestores poderão analisar com atenção o orçamento de cada item para suas áreas e o planejamento orçamentário será descentralizado, gerando mais participação e engajamento dos envolvidos.

Você acompanha o Fluxo de Caixa da sua empresa?


De forma geral, podemos compreender o Fluxo de Caixa como o movimento de entradas e saídas de dinheiro. Mas como otimizar o processo? 

Para um Fluxo de Caixa ágil e eficiente, é necessário garantir registros detalhados de ganhos e gastos. Para isso, mantenha um padrão de controle diário, semanal ou mensal, para conseguir verificar e também analisar a saúde financeira do seu negócio.

Fluxo de Caixa: quais os resultados esperados?


Agora que você descobriu um pouco mais sobre Fluxo de Caixa, vamos ao próximo passo: entender as vantagens deste processo para o seu negócio. Ao realizar a gestão e manutenção do Fluxo de Caixa, você poderá:

  • Planejar e controlar entradas e saídas no período desejado;
  • Antecipar decisões relacionadas à parte financeira da empresa;
  • Descobrir se a situação do seu negócio é de aperto ou folga;
  • Ter subsídios para ajustar o preço do seu produto.

Estar ciente dos conceitos sobre finanças é uma decisão sábia e o seu impacto poderá ser muito positivo para o seu negócio. Por isso, caso precise de ajuda ou ainda tenha alguma dúvida, conte com uma empresa de consultoria

Gostou do tema deste post? Para saber mais sobre assuntos relevantes para a sua empresa, sugerimos a leitura de outro texto em nosso blog: “Redesenho de Processos: 4 passos para você aplicar hoje”.